Técnicas e Custos

Aspectos Importantes da Calagem

Para obtermos todas as vantagens que o calcário proporciona, algumas práticas devem ser conduzidas:

Fazer análises de solo todos os anos, se possível.

Aplicação e Incorporação do calcário:
   - Quantidade: Indicada pela análise de solo e de acordo com a recomendação técnica.
   - Época: Aplicar com antecedência mínima de 2 meses do plantio ou da adubação.
   - Uniformidade de aplicação: para garantir uma distribuição correta do cálcario e a correção uniforme de toda a área, o equipamento deve ser bem regulado e trabalhar na velocidade adequada.
   - Incorporação: para otimizar a ação do calcário e aumentar sua eficiência, deve-se fazer sua incorporação no solo. Quanto mais ele estiver misturado com a terra, melhor e mais rápida será sua reação.
   - Prática da Calagem: De acordo geral, para todas as culturas, a calagem é feita juntamente com as operações de preparo de solo para o plantio, quando também temos a oportunidade de incorporar o calcário à máxima profundidade possível. Se a dose for muito alta, deve-se dividir a quantidade e aplicar metade antes da aração e a outra metade antes da gradagem.
   - Culturas Perenes e Semi-Perenes (cana-de-açúcar, citros, café, eucalipto, etc.), área de Plantio Direto e Pastagens já estabelecidas: Fazer a aplicação do calcário em cobertura na área total, sem incorporação.

Características e Modo de Ação do Calcário:

Todo e qualquer calcário, independentemente do seu tipo de granulometria mais fina ou mais grossa irá reagir totalmente no solo em até 3 meses após sua aplicação, dependendo das condições do solo e se houve incorporação ou não.
Assim, em condições de campo e também em experimentos científicos já conduzidos, observa-se que NÃO há diferença na velocidade de correção do solo que seja significativa, entre o calcário tradicional (DIAMANTE) e os de PRNT mais elevada.
Além disso, o CALCÁRIO DIAMANTE possui outras características muito vantajosas do ponto de vista agronômico e econômico:

É mais fácil de se trabalhar: Por não ser tão fino, não ocorrem perdas por "deriva" no momento da aplicação e garante uma distribuição mais uniforme.

EFEITO RESIDUAL - Que é dado por uma parcela do calcário (em torno de 15%) que não é considerada no cálculo da quantidade/dosagem a ser aplicada que irá prolongar os efeitos benéficos da calagem. Isto proporciona uma economia nos custos de produção.


<< Página inicial

Custo:

Para calcular o custo do calcário, usamos a seguinte equação:

Onde:
P = preço do calcário (R$/ton)
F = preço do frete (R$/ton)
PRNT = poder relativo de neutralização total (%)
ER = efeito residual (%)

Qualidade

O compromisso da Calcário Diamante com a qualidade de seus produtos e serviços sempre foi uma constante ao longo de sua história.
Clique aqui para mais informações sobre a qualidade de nossos produtos >>